QUEM? Meu nome é Eduardo Talley. Sou ex publicitário. Trabalhei mais de 10 anos com publicidade e live marketing. Há 3 anos, saí de agência e fui dar uma volta ao mundo para fazer uma pesquisa de cultura, tendência e novos negócios. Aí tudo mudou. Desde então, decidi que viveria e trabalharia em áreas que nunca pensei que faria na vida. Durante esse tempo, venho contando uma história dessa decisão (talley.com.br) e há 2 meses descobri um jeito de contar essa mesma história de uma forma diferente - O ONE DAY HAND.


POR QUE? Porque estamos, todos os dias, em busca de sentido e relevância no que fazemos. 

Os valores mudaram e as receitas dos nosso pais já não funcionam mais. Não faz mais sentido você definir o que você irá fazer pelo resto da sua vida sem viver. Não faz mais sentido ter apenas uma carreira que não te faz feliz. Não faz mais sentido ser definido pelo que eu faço, e nem você. 

COMO? Uma mão por um dia. Por 1 mês, vou trabalhar  31 dias seguidos em 31 lugares diferentes para contar 31 histórias de pessoas que amam o que fazem.

Para isso, criei uma plataforma onde qualquer pessoa poderá entrar, abrir o calendário do mês e reservar uma data para me contratar por um dia na sua empresa, evento ou projeto para ajudar em um trabalho que ela acredita e possamos fazer juntos.

O QUE? O ONE DAY HAND é uma oportunidade para experimentar algo novo a cada dia. De virar a chave e descobrir um mundo cheio de possibilidades. De descobrir o que você é, o que você quer e o que você realmente ama.

Uma oportunidade de descobrir, na prática, um novo sentido e relevância em trabalhos que nunca pensou que faria na vida, mesmo que seja só por um dia.



Edição 01
São Paulo

Em maio, comecei um projeto na cidade de São Paulo que foi, até então, um dos maiores desafios da minha vida - Trabalhar 31 dias seguidos em 31 lugares diferentes em busca de experiência e descobrir o que realmente amo. Eu consegui! Trabalhei 31 dias seguidos em 31 lugares diferentes e descobri que eu amo fazer isso.


Mas e ai, como foi? Sabe aquele frio na barriga que sempre dá no primeiro dia de trabalho. Será que vai ser legal? Será que vai ser muito diferente? Vou ser bem recebido? Não importa quantos anos tenha de experiência, eu sempre senti esse frio na barriga. Só que agora seriam 31 primeiros dias de trabalho. Eu senti esse frio todos os dias na primeira semana e depois simplesmente passou. Passou porque me dei conta que eu tinha desafios maiores do que um dia de trabalho.

Quais foram os desafios maiores? Como foi dia a dia? O maior desafio desse projeto foi fazer sozinho. Eu não tinha uma equipe para responder os emails de propostas, fechar os lugares dos dias seguintes, escrever sobre o dia, tirar as fotos, descarregar as fotos, carregar a bateria das câmeras, filmar todos os dias, postar nas redes sociais, contar as histórias, explicar o projeto para pessoas interessadas ou uma pessoa para me substituir em um dia de trabalho que não tinha força para sair da cama - porque cavei um buraco de 3 metros de largura no dia anterior. Tive ajuda mas foi tudo sozinho.

 

O dia a dia do projeto foi muito trabalhoso. Provavelmente umas das experiências mais difíceis e intensas que já vivi profissionalmente. E já vivi muita coisa nesses anos de publicidade - já dormi muitas noites no chão da agência, muitos fins de semanas entregando campanhas intermináveis e muitos dias que jurava que não iria dar conta, mas nada disso se compara como foram esses 31 dias. Por outro lado, nunca me emocionei e chorei tanto de alegria e satisfação por ter entregue um trabalho, em 10 anos de publicidade, como no último dia desse projeto.

Como foi o trabalho? A melhor parte do dia era o trabalho. Era o momento que eu me desligava de tudo e não me preocupava com mais nada - os emails para responder, os dias seguintes para fechar, o post do dia para escrever ou que estava muito cansado porque dormi 4h da manhã no dia anterior para estar de pé as 7h no dia seguinte. Era o momento de foco e que me fez terminar todos os dias de trabalho com sucesso. 

Geralmente fazemos terapia por causa do trabalho, mas naquele momento o trabalho era a minha própria "terapia". Aquelas 8 horas de trabalho eram o meu "day off", a minha folga de tudo. Era o momento que fazia cada vez mais sentido estar fazendo aquele projeto.

Qual foi o melhor dia? Qual foi o mais diferente? Me perguntam muito isso. Tiveram vários dias incríveis. O dia que mais aprendi, o que mais me diverti, o que mais me emocionei, o melhor chefe, o melhor pagamento e com certeza, os que faria de novamente. Também tiveram piores dias mas isso foi muito importante para me ajudar a descobrir os tão curiosos dias melhores.

Eu ainda estou a procura de dias diferentes. Trabalhos que nunca pensei que faria. Dias novos. Trabalhos novos. Lugares novos. Histórias novas.

Por isso, não vou dizer ainda que tive os melhores e diferentes 31 dias da minha vida porque ainda quero muito mais. No dia que essa busca por experiência acabar, se acabar, posso com certeza dizer que foram os dias mais importantes que vivi.


Quer saber mais? É muita coisa para contar em um dia. Então, acompanhe por aqui, pelo facebook e pelo Instagram que ainda tenho muita história (atrasada) para contar sobre esses dias e os próximos que virão.

 


DIA 01: Motim Cozinha Pirata
Mão do Dia: Assistente de Cozinha Boa e Sem Frescura

Resumo do dia: Descrição.


DIA 02: Monday Night Burguers
Mão do dia: Facilitar a interação dos participantes do MNB nessa segunda.
Como foi: vimeo.com/170851203

Resumo do dia: Descrição.


DIA 03: Buzina Food Truck
Mão do dia: Ajudar a produção do dia no QG do Buzina Food Truck.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 04: Da Horta Cultivo Afetivo
Mão do dia: Ajudar em uma entrega de suculentas para o dias das mães. 
★MAIS CEDO

Resumo do dia: Descrição.


DIA 05: Paula Jardim
Mão do dia: Ajudar a pintar um mural.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 06: Feira na Rosenbaum
Mão do dia: Ajudar na produção da feira.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 07: Galeria 540
Mão do dia: Trabalhar no bar da inauguração do mais novo biergarten de SP.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 08: Dona Lucília
Mão do Dia: Fazer companhia para Dona Lucília, minha mãe, em Brasília, nos dias das mães.
★ MAIS EMOCIONANTE

Resumo do dia: Descrição.


DIA 09: Mandíbula
Mão do dia: Dar uma mão em um dos dias mais cheios do mês do Mandíbula.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 10: House of Bubbles
Mão do dia: Produção do show da inglesa Lucy Rose, no House of Bubbles.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 11: Pistache Ganache
Mão do dia: Fazer uma intervenção de marcas urbanas para uma coleção de móveis abandonados.
★ MELHOR PAGAMENTO

Resumo do dia: Descrição.


DIA 12: Ócio Cultura Brasil
Mão do dia: Montar cenario do show do Nicola Son no Espaço Cultural Rio Verde.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 13: Jardim Secreto
Mão do dia: Ajudar a construir a parte teste de uma horta orgânica.
★ MAIS PESADO

Resumo do dia: Descrição.


DIA 14: Ganja Talks
Mão do dia: Registrar os melhores momentos e coletar depoimentos dos participantes da marcha que virarão conteúdo depois para o portal Ganja Talks.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 15: CADE Vila Mariana
Mão do Dia: Ajudar a plantar árvores em uma área pública perto do Parque do Ibirapuera.
★ MAIS GRATIFICANTE

Resumo do dia: Descrição.


DIA 16: Caixas Cosmo
Mão do dia: Montar Caixas Cosmo para envio aos assinantes.
★ MAIS LEVE

Resumo do dia: Descrição.


DIA 17: School of Life
Mão do dia: Trabalhei a mente e aprendi um pouco mais como equilibrar o trabalho com a vida pessoal.
★ MAIS APRENDI

Resumo do dia: Descrição.


DIA 18: Carpe
Mão do dia: Assistente de produção para o primeiro ensaio de moda da marca Carpe.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 19: Fechado para Jantar
Mão do dia: Ajudar na montagem da próxima edição do Fechado para Jantar.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 20: BdeVaca
Mão do dia: Ser assistente de roteirista: Ler roteiros, identificar erros, dar opniões, etc.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 21: Bloco Tarado ni Você
Mão do Dia: Ajudar na produção do Bloco na Virada Cultural de São Paulo.
★ MAIS DIVERTIDO

Resumo do dia: Descrição.


DIA 22: Mesa & Cadeira
Mão do dia: Ajudar em uma ação para a Mesa da Cindy Gallop, do Make Love, Not Porn.
 

Resumo do dia: Descrição.


DIA 23: Fibra
Mão do Dia: Ajudar a construir um suporte para guardar os formões da marcenaria.
★ MELHOR CHEFE

Resumo do dia: Descrição.


DIA 24: Hel Mother
Mão do dia: Ajudar na filmagem do episódio 2 do canal do youtube Hel Mother.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 25: Luiz Vicente
Mão do Dia: Ajudar na produção das luminárias

Resumo do dia: Descrição.


DIA 26: Coletivo Meio Fio
Mão do dia: Ajudar em um trabalho manual com madeira, pregos e linhas.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 27: Kubik São Paulo
Mão do dia: Assistente da produção da festa intinerante alemã, a Kubik.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 28: Mãe de Caetano
Mão do dia: Cuidei do menino Caê em um dia difícil para dona Helen.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 29: Ben&Jerry's
Mão do dia: Ser scooper ("sorveteiro") em uma ação na parada GLBT na Paulista.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 30: Olive Cerâmica
Mão do dia: Ajudar em dia de produção de peças de cerâmica.

Resumo do dia: Descrição.


DIA 31: Cervejaria Nacional
Mão do dia: Ajudar em um dia na produção da cerveja do pub brewery.
★ MELHOR FINAL

Resumo do dia: Descrição.